“Por que sou tão sábio?” ?

Você já ouviu falar num “rapazinho” chamado Nietzsche? Simplificadamente, ele foi um filósofo alemão considerado por muitos um total louco, para outros um gênio, e, finalmente, para todos que já se deram o trabalho de ler no mínimo uma folha de algum livro seu, um “cara” certamente intrigante.

Bem, eu não vim aqui pra analisar nenhuma obra e nem mesmo o significado da frase que constitui o título desse post para o mesmo em sua constituição ideológica. Estou aqui apenas pra, a partir dela, tentar explorar um assunto para mim importante acerca do comportamento humano: o homem (não sexo) é sempre o centro de seu “mundinho”. Acho até redundante falar sobre isso, pois é algo de consciência de muitos.

Quando li essa frase fiquei imaginando se ela seria uma autocrítica do autor e, ao mesmo tempo, sobre a sociedade. Seria bem divertido. Fim de Papo.

RdWalker.