Amigos(as)… companheiros(as)… namoradas(os)… inimigos.

OgAAAI6PC8KRBEGDo7o0BiHH7-RDfWj8gwExiuEU_YhYmbbaDTVSKupk9DAyQx_CifQSsbY890sxGilvlRcf3PXBrJgAm1T1UCwHZ5SfU8gOF4Kn6xFo95Xx8TH- - Cópia

Ah… as férias. Período querido por muitos, odiado profundamente por mim. “O que? Como é que alguém goste de ir pro colégio?” Pergunta freqüente, e, a meu ver, enfadonha ao extremo. Pessoas preguiçosas, imagino. Não há nada melhor que ir à Escola! Acordar cedo (para alguns), tomar aquele café da manhã que parece mais pedra descendo pela garganta, arrumar a bolsa minutos antes de partir (ou nem mesmo arrumar… quem se importa?), e mais uma infinidade de acontecimentos que só a escola nos proporciona.

Mas, queridos leitores (se é que alguma criatura em sã consciência está lendo este… “blog”…), não é isso que eu quero dizer. Pensem. O que você mais encontra no colégio? “Livros”. Não, ser desprovido de inteligência (eu respondo)! Pessoas! Melhor! AMIGOS!

Por mais que você não perceba, ou, por algum problema psicológico que não me arrisco diagnosticar, não queira adimitir, os amigos são aqueles elementos na sua vida que sustentam de alguma forma a sua existência, mesmo que essa seja considerada por si algo de diminuta importância. São eles (amigos, e não parceiros (as) de “colegage”) que estão alí para aconselhar, alegrar, compartilhar pensamentos (por mais simplórios que sejam).

Não pense que você, namorado (a), desafeto, e… o escambal(!) está fora dessa missão.

  1. Você, namorada (o), primeiro: você, pelo menos na minha curta concepção de mundo, é “apenas” um amigo “modificado geneticamente” (inventei isso…). Ou seja, é um amigo diferente, que se correlaciona de forma diferente com aquela pessoa (o namorado (a)).
  2. E tu, querido desafeto (*&$%#$#@&), também é importante, pois todo mundo gosta de uma confusãozinha, algo mais apimentado (pensamentos depravados são desnecessários). Mas, “serinho” agora (como se diz por aí), você é apenas a prova de outro assunto que pretendo abordar futuramente: o mundo é belo por sua diversidade de opiniões, etc.

PS: Fugi um pouco do assunto central no final, eu acho, mas eu não estou nem aí. O recado foi dado. Fim de papo.

RdWalker.