Estrelas da agonia.

Se tu consegues nestas manhãs chuvosas

Os trovões revoltos suportar

Por que então palavras tão impiedosas

Ecoam sobre mim e meu coração a pulsar?

.

Se desistir de amar fosse uma escolha

Para mais uma vez teus abraços sinceros sentir

Eu o faria sem nem mesmo pensar

Pois, por ti, a minha alma já vendi – aos berros

.

Se as estrelas soubessem o quanto sofro

Em respeito solene elas apagariam,

Pois mais um ser solitário morre junto às suas utopias,

Mais um grito de liberdade há de ser silenciado pelo fracasso de amar.

.

De memórias de um tempo feliz, resta apenas a saudade.

De um esforço por entender a razão, restou a solidão

De um olhar umedecido pelas tempestades internas de um louco,

Nasce uma visão turva de tempos novos que hão de vir.

Rodrigo Viana Passos.