Besteira de dia.

Desejo que o dia acabe

E que junto eu vá também.

Queria, sinceramente, que amanhã não fosse.

Ontem deveria ser sempre o devir.

E assim tudo estaria infinitamente.

Rodrigo Viana Passos